Consideraciones sobre la actitud no violenta

Publicado en: MeditAccion | 0

Esto es un pequeño trabajo de reflexión para compartir en grupo. Contiene una meditación guiada final que se recomienda leer con los ojos cerrados. Los asteriscos indican un espacio de tiempo para la propia reflexión. Vivimos en un mundo que no hemos elegido, no hemos elegido nacer, no hemos elegido nuestro cuerpo, ni la sociedad ni el tiempo o la época que nos toco. A partir de esta situación, contamos con la libertad de elegir las condiciones en las que … Leer más

El concepto de «revolución» en Ortega y Gasset

Publicado en: Raciovitalismo | 0

Este artículo pretende hacer una breve aproximación a la idea de «revolución» en Ortega. El objetivo es reflexionar sobre su posible adecuación al momento histórico que nos ha tocado vivir. ¿Se puede hablar hoy de «revolución»? ¿En qué sentido? Si pudiéramos rescatar una dirección revolucionaria en el acontecer actual, seguramente, nos veríamos conducidos a otra meditación más profunda concerniente al hecho de cuál es –o debería ser– nuestra postura al respecto. Habitualmente se tiene la idea de «revolución» como el … Leer más

A filosofia política de Ortega

Publicado en: Raciovitalismo | 0

Neste trabalho indicaremos como o filósofo José Ortega y Gasset analisou os problemas de seu tempo e a partir deles consolidou suas teses sociais e políticas. A partir dos textos sobre política do filósofo podemos verificar que sua preocupação fundamental era incentivar o homem em sair da sua condição de minoridade e caminhar meios para construir a sua vida singular. Palavras-Chave: Filosofia. Política. Raciovitalismo. Considerações Iniciais José Ortega y Gasset foi um filósofo que viveu os problemas de seu tempo … Leer más

Os desempenhos sociais dos governos totalitários e liberal; A interpretação raciovitalista de Ortega y Gasset

Publicado en: Raciovitalismo | 0

Neste trabalho indicaremos quais eram, na avaliação de José Ortega y Gasset (1883-1955), os motivos que levaram as sociedades européias não perseguirem sua liberdade individual, tornando-se vítimas de uma política totalitária, massificante. Adicionalmente, procuramos estabelecer uma análise dos sistemas educacionais destas formas de governo, que para Ortega y Gasset, influíram na vida dos homens a não buscar a liberdade. Palavras-chave: Totalitarismo. Liberdade. Educação Considerações iniciais A discussão sobre o totalitarismo é um desafio contemporâneo. O totalitarismo é uma filosofia política … Leer más

Crisis de deseos

Publicado en: Raciovitalismo | 0

En 1921, en España invertebrada, Ortega y Gasset decía: «Europa padece una extenuación en su facultad de desear». Luego, en 1933, en Meditación de la técnica, retoma este pensamiento cuando plantea: «Acaso la enfermedad básica de nuestro tiempo sea una crisis de los deseos». Vivimos con la sensación de que ya nada tiene realmente importancia, no vemos de qué manera nuestras creencias puedan estar políticamente representadas. Con la caída del muro de Berlín muchos sueños acabaron. Sueños del mundo en … Leer más

Resenha sobre «La deshumanización del arte»

Publicado en: Raciovitalismo | 0

José Ortega y Gasset (1883-1955), filósofo espanhol nascido em Madrid, autor de várias obras de grande importância para o pensamento contemporâneo, como Meditaciones del Quijote, El Tema de Nuestro Tiempo, El Hombre e la Gente, La Idea del Principio de Leibniz e La Rebelión de las Masas, foi professor de metafísica, escrevendo sobre os mais diversos assuntos, inclusive sobre estética. Entre suas obras de estética, a mais conhecida é La deshumanización del arte, que, escrita em uma época de grande revolução da arte mundial, serve … Leer más

Resenha sobre «A idea del Teatro» 

Publicado en: Raciovitalismo | 0

O livro de José Ortega y Gasset é constituído por um texto básico e dois anexos onde ele examina o que é o teatro. No livro o autor declara as circunstâncias que o levaram a pronunciar uma conferência em Madri, nos dois anexos: o primeiro  manuscrito e o segundo com uma digressão, que avançou a questão dos problemas do século. Ortega y Gasset nasceu em Madri a 9 de maio do ano de 1883 e faleceu também em Madri aos 18 … Leer más

A estética na filosofia orteguiana

Publicado en: Raciovitalismo | 0

O intento deste trabalho é mostrar como aos olhos de Ortega y Gasset, a arte não se compreende fora dos impulsos da vida e do universo cultural. A meditação estética tem um papel decisivo na constituição da filosofia da razão vital. Os primeiros escritos de Ortega, não por casualidade, são críticas literárias ou artísticas, “Adão no Paraíso”, “Ensaio de Estética”, “Meditações do Quixote”. Através deles, Ortega vincula as reflexões estéticas com a cultura da época. Para o entendimento dessa temática … Leer más

ORTEGA Y GASSET, José. A Rebelião das massas. Martins Fontes: São Paulo, 1987

Publicado en: Raciovitalismo | 0

O filósofo espanhol José Ortega y Gasset (1883-1955) escreveu os artigos que vieram a compor a obra A Rebelião das massas em outubro de 1929 no diário El Sol de Madri. O livro foi editado em 1930, tornando-se uma das obras mais conhecidas do autor em todo o mundo. A primeira edição brasileira apareceu em agosto de 1987, pela editora Martins Fontes com tradução de Marylene Pinto Michael e revisão de Maria Estela Heider Cavalheiro. O livro é dividido em duas partes: … Leer más

Apresentando a obra A Rebelião das massas

Publicado en: Raciovitalismo | 0

José Ortega y Gasset é um filósofo nascido em maio de 1883, em Madri. Licenciou-se em Letras e Filosofia entre os anos 1898 e 1902, concluindo o doutorado em 1904 com a tese: Os terrores do ano mil: crítica de uma lenda. Em seguida assumiu a cátedra de Metafísica na Universidade de Madri, posto que exerceu até 1937, quando o deixou e passou a ministrar cursos de extensão. Faleceu em 1955 vitimado de câncer. Ortega y Gasset é um autor que escrevia, além … Leer más

1 2 3