Sobre «Origem e Epílogo da Filosofia»

Publicado en: Raciovitalismo | 0

Nos dias atuais, freqüentemente, ouvimos discursos que tratam das vantagens e das desvantagens sobre o ensino da História da Filosofia para jovens estudantes. Os discursos são apresentados numa tentativa de demonstrar a importância em despejar nas cabeças dos estudantes todo o legado do passado filosófico, reduzindo o ofício do amor ao saber, numa simples retilínea com sucessão de idéias mortas. Sabemos que é importante integrar o passado filosófico ao exercício de vencer os desafios contemporâneos. Nessa tentativa de vencer os … Leer más

Os fundamentos de uma pedagogia raciovitalista

Publicado en: Raciovitalismo | 0

Neste trabalho, examinamos quais são os fundamentos de uma pedagogia raciovitalista segundo o pensador espanhol José Ortega y Gasset (1883-1955). Adicionalmente, procuramos compreender qual a postura do educador e do educando nesse modelo teórico. Palavras-chave: Filosofia, Educação, Raciovitalismo. Considerações iniciais A pedagogia é a ciência que investiga os pressupostos teóricos da educação. Para pensa-las valemos-nos das indicações do pensador espanhol José Ortega y Gasset (1883-1955). Ele analisa os problemas sociais que afligem sua geração. Desse modo, se depara com as … Leer más

O homen massa e os desafios da política no pensamiento de Ortega y Gasset

Publicado en: Raciovitalismo | 0

Neste trabalho indicaremos quais eram, na avaliação de José Ortega y Gasset (1883-1955), os principais problemas sociais e políticos da Europa de seu tempo: o homem massa e o individualismo exacerbado. Para ele, a solução para esses problemas está na educação e no estabelecimento de novas bases para uma moral social. Adicionalmente, procuraremos atualizar essa discussão com interpretações atuais de Ortega y Gasset sobre o tema. Palavras-Chave: Filosofia Política, Filosofia Social, Educação. Considerações iniciais José Ortega y Gasset nasceu em Madri … Leer más

A filosofia política de Ortega

Publicado en: Raciovitalismo | 0

Neste trabalho indicaremos como o filósofo José Ortega y Gasset analisou os problemas de seu tempo e a partir deles consolidou suas teses sociais e políticas. A partir dos textos sobre política do filósofo podemos verificar que sua preocupação fundamental era incentivar o homem em sair da sua condição de minoridade e caminhar meios para construir a sua vida singular. Palavras-Chave: Filosofia. Política. Raciovitalismo. Considerações Iniciais José Ortega y Gasset foi um filósofo que viveu os problemas de seu tempo … Leer más

Os desempenhos sociais dos governos totalitários e liberal; A interpretação raciovitalista de Ortega y Gasset

Publicado en: Raciovitalismo | 0

Neste trabalho indicaremos quais eram, na avaliação de José Ortega y Gasset (1883-1955), os motivos que levaram as sociedades européias não perseguirem sua liberdade individual, tornando-se vítimas de uma política totalitária, massificante. Adicionalmente, procuramos estabelecer uma análise dos sistemas educacionais destas formas de governo, que para Ortega y Gasset, influíram na vida dos homens a não buscar a liberdade. Palavras-chave: Totalitarismo. Liberdade. Educação Considerações iniciais A discussão sobre o totalitarismo é um desafio contemporâneo. O totalitarismo é uma filosofia política … Leer más

ORTEGA Y GASSET, José. A Rebelião das massas. Martins Fontes: São Paulo, 1987

Publicado en: Raciovitalismo | 0

O filósofo espanhol José Ortega y Gasset (1883-1955) escreveu os artigos que vieram a compor a obra A Rebelião das massas em outubro de 1929 no diário El Sol de Madri. O livro foi editado em 1930, tornando-se uma das obras mais conhecidas do autor em todo o mundo. A primeira edição brasileira apareceu em agosto de 1987, pela editora Martins Fontes com tradução de Marylene Pinto Michael e revisão de Maria Estela Heider Cavalheiro. O livro é dividido em duas partes: … Leer más

Apresentando a obra A Rebelião das massas

Publicado en: Raciovitalismo | 0

José Ortega y Gasset é um filósofo nascido em maio de 1883, em Madri. Licenciou-se em Letras e Filosofia entre os anos 1898 e 1902, concluindo o doutorado em 1904 com a tese: Os terrores do ano mil: crítica de uma lenda. Em seguida assumiu a cátedra de Metafísica na Universidade de Madri, posto que exerceu até 1937, quando o deixou e passou a ministrar cursos de extensão. Faleceu em 1955 vitimado de câncer. Ortega y Gasset é um autor que escrevia, além … Leer más